Meu Coração

─ Rumi, translated by Oliveira Simões

Meu coração, senta apenas com aqueles que te conhecem e entendem.
Senta apenas debaixo de uma árvore cheia de flores.
No bazar das ervas e poções, não vaga sem rumo.
Encontra um mercado com uma poção que te seja doce.
Se não tiveres parâmetro, as pessoas te roubarão num instante.
Aceitarás moedas falsas achando que são verdadeiras.
Não enche teu prato com comida de todas as panelas fumegantes à tua frente.
Nem toda piada é engraçada, portanto não tenta encontrar sentido inexistente.
Nem todos os olhos podem ver, nem todo mar é repleto de pérolas.
Meu coração, canta a canção do anseio como o rouxinol.
O som da tua voz lança um feitiço sobre cada pedra, sobre cada espinho.
Primeiro, repousa tua cabeça; então, uma a uma, abdica das distrações.
Abraça a luz e deixa que ela te guie além dos ventos do desejo.
Lá encontrarás uma fonte e serás saciado com sua água doce.
Como uma árvore, darás fruto para sempre.